Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Ruas de cidades do sul da BA ficam alagadas após temporal nesta segunda; previsão é de mais chuva durante a semana
25/10/2022 08:00 em Novidades

As cidades de Itabuna, Ilhéus e Guaratinga, no sul da Bahia, registraram chuvas intensas nesta segunda-feira (24). Por causa do acúmulo de água, diversas ruas ficaram alagadas e o cenário lembrou o temporal que atingiu diversas cidades do sul do estado no final de 2021. Não há informações sobre feridos, nem sobre desabrigados nos dois municípios. 

A previsão é que a chuva continue durante a semana. O Instituto Nacional de Meterologia (Inmet), emitiu um alerta de perigo para as duas cidades, com risco de alagamentos, deslizamentos de encostas e transbordamentos de rios. Assim como a Defesa Civil de Itabuna e Ilhéus, o instituto prevê céu nublado e pancadas de chuva durante a semana. Na quinta, a chuva pode dar uma trégua, mas deve voltar na sexta-feira (28).

Nesta segunda, em Ilhéus, entre 9h e 15h, foram registrados 47 milímetros de chuva. A situação causou alagamentos nas ruas do centro da cidade e nos bairros Teotônio Vilela, Nelson Costa, Nossa Senhora da Vitória e na Cidade Nova.

Sete voos foram cancelados ou alternados no aeroporto Jorge Amado, na cidade. Até quinta (27), é estimado que o acumulado seja de 110 milímetros, havendo risco alto de deslizamento de terra, segundo a Defesa Civil da cidade.

Na cidade de Itabuna, o cenário é bem parecido. Nesta segunda, em apenas meia hora foram registrados 20 milímetros de chuva. A Defesa Civil da cidade prevê que o número suba para 60 milímetros até quinta-feira.

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram uma agência bancária totalmente alagada. Além disso, as avenidas do Cinquentenário e Amélia Amado, a rotatória do São Caetano e os bairros Banco Raso e Mangabinha registraram pontos de alagamentos.

Além do acúmulo de água, a chuva causou um desabamento em Itabuna: parte do muro de um clube caiu por causa de uma tromba d'água. Segundo a Defesa Civil, até as 15h desta segunda-feira, foram registradas 20 ocorrências.

De acordo com o diretor da Defesa Civil de Itabuna, Kaíque Brito, a queda de muros e marqueses acontecem pela cidade não estar preparada para a quantidade de volume de chuva.

''Não é um tipo de chuva como em dezembro do ano passado que provoca enchentes, mas provoca danos à cidade por ela não estar preparada para receber todo esse volume de água'', disse Kaíque.

Já a cidade de Guaratinga, registrou 76 milímetros de chuva nas últimas 24 horas, de acordo com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN). A defesa civil do município emitiu alerta de chuvas intensas até terça-feira (25).

O volume do Rio Frades subiu cerca de dois metros após as chuvas. Além disso, o desvio que dá acesso aos distritos de Cajueiro e Barra Nova, onde vivem famílias de cinco assentamentos, precisou ser interditado devido aos alagamentos.

 

 

Agência bancária ficou alagada por causa da chuva — Foto: Redes sociais

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
https://public-rf-upload.minhawebradio.net/28881/slider/72749199441745c14a58cd7af15f9393.jpg