Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Cidades atingidas pelas enchentes no sul da Bahia enfrentam surto de gripe
04/01/2022 22:57 em SAÚDE

Algumas das maiores cidades atingidas pelas enchentes no sul da Bahia estão enfrentando um surto de gripe.

Muitas ruas de Itabuna ainda estão ocupadas por entulho, apesar de a prefeitura já ter recolhido mais de 10 toneladas de lixo. Famílias que estavam desalojadas começaram a voltar para casa e a descartar o que não presta mais. Ângela ainda vai ter trabalho para deixar tudo em ordem.

“Ainda é muita coisa para adiantar, muita lama, ainda tem muita lama”, diz.

Além do lixo, que pode transmitir doenças, Itabuna está enfrentando a gripe. As unidades de saúde que atendem a população adulta estão lotadas.

A procura nos postos cresceu tanto que a Prefeitura de Itabuna abriu, nesta terça-feira (4), mais um “gripário” só para atender crianças e adolescentes de até 14 anos. E o movimento foi grande neste primeiro dia, os médicos fizeram mais de 80 atendimentos. A dona de casa Ana Paula Alves trouxe a filha Heloísa com febre alta.

“Fiquei muito preocupada. Dei banho para ver se abaixava, nada. Mediquei em casa, nada. Nada de a febre abaixar: 39,9°C. Aí eu vim aqui para ela se ser medicada e, agora, graças a Deus, a febre dela abaixou e a médica disse que ela já está liberada”.

Ao menos outras duas cidades do sul da Bahia, Ilhéus e Eunápolis, enfrentam o mesmo surto.

"Disse que está geral, que é uma virose está pegando todo mundo, só passou remédio mesmo para enjoo e um para tosse, e liberou também”, conta a dona de casa Roseane de Jesus.

Uma equipe de médicos e enfermeiros da Força Nacional do SUS começou a atender moradores que estão em abrigos. Outros 34 médicos enviados pelo Ministério da Saúde chegaram a Bahia.

A cidade de Caetanos, no sudoeste, está praticamente isolada. Quase 15 mil habitantes sofrem com a falta de alimentos, de água e de sistema de telefonia. A única estrada de acesso está tomada de lama - passar por lá só a pé ou puxado por um trator.

Um comboio da Marinha e da Prefeitura de Salvador saiu da capital baiana para levar 50 mil litros água até a cidade de Itambé, numa viagem de mais de 500 quilômetros.

Em Cotegipe, no oeste da Bahia, bombeiros distribuíram cestas básicas e água potável aos indígenas da tribo Atikum, que agradeceram dançando o toré.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!